ProteGEEr

49º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae supera expectativas de participação

Por ProteGEEr, publicado em 12.05.19, última modificação em 20.05.19

Com cerca de 1,6 mil participantes e 156 trabalhos técnicos apresentados, o 49º Congresso Nacional de Saneamento da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae) ocorreu pela primeira vez na região Centro-Oeste do Brasil. O evento foi realizado em Cuiabá, entre os dias 6 e 10 de maio, com o tema “Novos Desafios para a Gestão do Saneamento”.

Municípios de todas as regiões do Brasil foram representados por gestores públicos, técnicos, pesquisadores e profissionais do setor de saneamento básico. O objetivo é estimular a construção de ideias e a mobilização, além de ampliar o conhecimento técnico e a troca de experiências entre municípios sobre experiências bem-sucedidas no setor.

O projeto ProteGEEr contribuiu com a apresentação do artigo A Transição dos Lixões para Aterros Sanitários e seu Potencial Impacto nas Mudanças Climáticas, que mostra a relevância da mitigação das emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) no setor de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU). Investir em tecnologias de baixa emissão é uma das formas de se contribuir para a redução desses gases e também alcançar as metas estabelecidas no Acordo de Paris, do qual o Brasil é signatário, visto que o setor de RSU no Brasil tem grande potencial de mitigação de emissões.

De acordo com especialistas, o setor de RSU pode passar de um potencial poluidor para um alavancador de investimentos de fundos climáticos internacionais e de novos modelos de negócios. O documento estará disponível em breve no site da ASSEMAE. Também é possível ver a apresentação feita no congresso aqui.