ProteGEEr

Incentivo à pesquisa: ProteGEEr e UFPE juntos pela gestão sustentável de resíduos

Por ProteGEEr, publicado em 15.06.18, última modificação em 26.06.18
Incentivo à pesquisa: ProteGEEr e UFPE juntos pela gestão sustentável de resíduos

Participantes da 1ª reunião de integração do ProteGEEr e a UFPE (Créditos: Christiane Pereira/ GIZ)

A 1º reunião de integração do projeto ProteGEEr e pesquisadores do grupo de pesquisa sobre Resíduos Sólidos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi realizada no último dia 15 de junho, em Recife, e possibilitou a aproximação do projeto de propostas da universidade para o desenvolvimento de conteúdos sobre a gestão de resíduos, novas linhas de pesquisa e atuação e potenciais projetos de fortalecimento do tema no meio acadêmico.

Na programação da reunião, os participantes visitaram a Unidade de Tratamento Mecânico e ao laboratório do Grupo de Resíduos Sólidos da UFPE, que é referência na área de biogás e com grande potencial para a redução das emissões de GEE na área de resíduos. De acordo com Christiane Pereira, coordenadora das ações com as universidades no ProteGEEr, o laboratório se destaca pela estrutura, por projetos modelo e pelo domínio do conhecimento dos alunos de mestrado, doutorado e pós-doutorado que estão envolvidos no grupo sobre remediação de aterros, biodigestão e análises do setor. Além disso, a coordenadora destacou a visita à planta mecanizada para a valorização de resíduos domiciliares de larga escala e em fase inicial de operação. “Esta planta é uma referência para a região nordeste e irá garantir o desenvolvimento de uma série de pesquisas”, disse. O professor José Fernando Jucá, da UFPE também ressaltou a surpresa positiva dos participantes ao ver a unidade em perfeito funcionamento, visto que a planta se encontra em etapa inicial de ajuste operacional.

No período da tarde, estudantes da universidade, professores, convidados da UFPE e do ProteGEEr participaram de um seminário onde puderam compartilhar informações detalhadas sobre aspectos técnicos como a Cooperação entre o Brasil e a Alemanha, tecnologias de redução das emissões de Gases de Efeito Estufa, resultados de pesquisas desenvolvidas na universidade e planos de pesquisa futuros. Para o Professor Jucá, “Foi uma reunião muito proveitosa para ambos os lados. Além das visitas, tivemos um momento de apresentações em que pudemos colocar e receber informações sobre as linhas de ações do ProteGEEr e da Universidade, principalmente pensando em uma parceria para fortalecer as iniciativas e pesquisas na área”.

IMG 3274

IMG 3278

Visita à Unidade de TMB - Paulista e seminário de integração (Créditos: Christiane Pereira/ GIZ)