Parceiros

Por ProteGEEr, publicado em 09.03.18, última modificação em 13.03.18

Ministério das Cidades: Coordenação política e execução do projeto por parte do Brasil

O Ministério das Cidades (MCid) integra a cúpula administrativa do projeto. É diretamente subordinado à Presidência da República, auxiliando no exercício do Poder Executivo. O Ministério apoia os municípios por meio de medidas estruturais para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e apoia atividades de desenvolvimento de capacidades relacionadas ao tema. O MCid coordena o projeto por meio da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental (SNSA).

Para mais informações sobre a SNSA e o MCid, acesse o site oficial do Ministério.

 

Ministério do Meio Ambiente: Coordenação política e execução do projeto por parte do Brasil

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) integra a cúpula administrativa do projeto. É um órgão integrante da estrutura da administração pública federal direta. O Ministério é responsável direto por coordenar a implementação de políticas relevantes para o projeto, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Política Nacional de Mudanças Climáticas. O MMA apoia a execução do projeto por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental
(SRHQ).

Para mais informações sobre a Secretaria SRHQ e o MMA, acesse o site oficial do Ministério.

 

Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH:  Coordenação técnica e execução do projeto por parte da Alemanha

A GIZ tem mais de 50 anos de experiência nas mais diversas áreas, incluindo desenvolvimento econômico e emprego, energia e meio ambiente, e a promoção da paz e da segurança.

Como provedores de serviços de cooperação internacional para o desenvolvimento sustentável e trabalhos educacionais internacionais, estamos comprometidos com a construção de um futuro digno em todo o mundo.

No âmbito do projeto, A GIZ coordena a execução por parte da cooperação alemã para o desenvolvimento sustentável.

Para mais informações sobre a GIZ, suas demais áreas de atuação e projetos, acesse o site oficial.

 

Universidade Técnica de Braunschweig: Implementadora técnica da área acadêmica

Fundada em 1745, a Universidade Técnica de Braunschweig (TUBS) é um dos primeiros centros tecnológicos da Alemanha assumindo, tanto na Alemanha quanto no Brasil, um papel de protagonista no desenvolvimento de políticas públicas que evidenciem a gestão sustentável dos resíduos sólidos urbanos. Atuando desde 1998 no Brasil, elaborou inúmeros estudos e promoveu projetos de consultoria e capacitação para agentes públicos e privados, tendo como eixo orientador a valorização dos resíduos. No âmbito do projeto, a TUBS assumirá o papel de parceiro de implementação da cooperação acadêmica que visa integrar o conhecimento prático do setor de resíduos com o setor de educação.

Para mais informações sobre a TUBS, acesse o site oficial da universidade.

 

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC): Parceiro estratégico

Existem parceiros estratégicos importantes do projeto, como o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável pela formulação e implementação da Política Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica e de Incentivo à Inovação e pelo Inventário Nacional de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), incluindo o setor de Resíduos Sólidos Urbanos. O MCTIC apoia a execução do projeto por meio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (SETEC), a qual coordena a área de Saneamento, e por meio da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (SEPED), responsável pela área de Mudanças do Clima.

Para mais informações sobre a SETEC, SEPED e o MCTIC, acesse o site oficial do Ministério.