G1

Projeto Compostar recolhe 18 toneladas de lixo orgânico por mês no DF

Por ProteGEEr, publicado em 02.08.18, última modificação em 08.08.18
Projeto Compostar recolhe 18 toneladas de lixo orgânico por mês no DF

Créditos: G1 DF

Jogou no lixo, fechou o saco plástico, descartou no container e acabou. Para muitos brasilienses, o caminho do lixo termina na porta de casa. O que acontece depois com os plásticos, vidros, papéis, latas e com a matéria orgânica é desconhecido – mas há quem saiba muito bem.

Há cerca de um ano, o engenheiro civil Lucas Moya, de 26 anos, se dedica a reduzir os impactos do descarte inadequado de resíduos orgânicos em Brasília. "A gente vive na capital do país, mora a 15 quilômetros do maior lixão da América Latina [desativado em janeiro de 2018] e não sabe."

Criado por ele, o projeto Compostar recolhe restos alimentares em casas, apartamentos e restaurantes, e transforma tudo isso em adubo por meio do processo que deu nome à iniciativa.

A compostagem consiste no aproveitamento de micro-organismos que se proliferam naturalmente nos alimentos para transformar o lixo orgânico em fertilizante para a terra. O processo completo dura de 4 a 6 meses (entenda abaixo).

Para ler mais, clique aqui